•  
     

Agenda do nono dígito: saiba quando seu número de celular vai mudar

A implantação do nono dígito nos telefones celulares brasileiros já é uma realidade para quem vive na cidade de São Paulo, mas nas próximas semanas isso deixará de ser exclusividade paulistana: todos os DDDs nos Estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo já usarão o "9" na frente até o fim do ano.
No próximo domingo, dia 25 de agosto, o nono dígito começa a ser usado no interior do estado. A partir da data, telefones celulares com DDDs 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19 sofrerão a adição de um nono dígito à esquerda de seus números originais. Ou seja: 9XXXX-XXXX.
Com isso, o estado de São Paulo será o primeiro a migrar completamente para o novo esquema. Até o dia 3 de setembro ocorrerá a fase de transição, e as ligações serão completadas ainda sem o nono dígito. Depois disso, as chamadas serão interceptadas e as operadoras emitirão mensagens explicando a novidade.
De acordo com a a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), com estas mudanças, a capacidade de habilitação de linhas de telefonia na região pode aumentar em cerca de duas vezes e meia. Atualmente, são permitidos registros de até 296 milhões de linhas entre estes DDDs. O número subirá para 720 milhões com o nono dígito.

A ideia é repetir o processo em todo o Brasil. Além dos paulistas, cariocas, fluminenses e capixabas também terão que se adaptar ao nono dígito ainda em 2013. A migração começa em 27 de outubro no Rio de Janeiro, com DDDs 21, 22 e 24, e também no Espírito Santo, com DDDs 27 e 28.
O cronograma oficial da implantação do nono dígito prevê, ainda, que ele chegue a Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará e Roraima até o fim de 2014. Em 2015 será a vez de mudar os números em Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.
O processo deve se encerrar até 2016, quando completarem a lista com os estados do Acre, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Assim, em mais ou menos três anos os números de todos os telefones móveis do país passarão a ter nove dígitos ao invés de oito. Veja as datas abaixo:


Imagem

Fonte