•  
     

Após polêmica sobre o Xbox 720, diretor da Microsoft pede demissão

Após rumores de que o Xbox 720, presumido sucessor do Xbox 360, exigiria uma conexão online permanente para funcionar, o diretor criativo da Microsoft, Adam Orth, bateu boca com os fãs da empresa no Twitter, defendendo a viabilidade dessa exigência. Porém, a Microsoft não gostou dos comentários e da publicidade ruim levantada por Adam, o que ocasiou na demissão do funcionário.

Imagem

Aparentemente, de acordo com fontes do site Game Informer, Adam Orth se demitiu após a polêmica discussão em seu twitter. É um fato que ele não está mais trabalhando na Microsoft, mas há vários rumores questionando se ele teria se demitido espontaneamente ou se teria sido forçado a deixar a companhia.

Adam havia postado no Twitter coisas como: “Não entendo o drama de ter um console conectado permanentemente. Todo aparelho agora é conectado o tempo todo. É o mundo em que vivemos” e respondeu usuários dizendo que às vezes a internet cai com ironia, como “Eletricidade às vezes cai. Por isso não vou comprar um aspirador de pó”.

Depois do ocorrido, a própria Microsoft emitiu um pedido de desculpas dizendo: “Nos desculpamos pelos comentários inapropriados feitos por um empregado no Twitter ontem. Esta pessoa não é uma porta-voz da Microsoft, e suas visões pessoais não refletem a abordagem focada no consumidor que assumimos com nossos produtos, ou como nos comunicaríamos com nossos fiéis consumidores”.


fonte
 
a mano por causa disso vão demitir o cara? ele queria se defender, e os fãs que se virem, se tem dinheiro para comprar xbox, nao tem para a internet? a man vai #-(#%