•  
     

Aprendendo a programar o android

1º Passo

Depois de configurado o ambiente de desenvolvimento para Android, vamos criar um AVD, e o que é um AVD perguntam vocês. Pois bem, para poder correr as aplicações criadas, é necessário um Emulador do Android. O AVD é um Android Virtual Device, que permite emular um sistema Android.

Para criar um AVD, vamos utilizar as ferramentas do SDK do Android.
Abre uma janela de comandos do MS-DOS, e vai até à directoria tools do SDK e executa o seguinte comando:

android list targets

Imagem

Este comando vai listar os targets disponíveis para o Android, como podes ver, está relacionado com a versão do Android. Como o objectivo é criar uma aplicação para a versão 2.2 do Android, vamos executar o seguinte comando, com o id 12 para o target:

android create avd –target 12 –name my_avd_22

Imagem

execução do comando irá perguntar se pretendem criar um perfile de hardware custom, carrega em enter para selecionar opção default (“no”).

Temos então criado um AVD com o nome “my_avd_22″, que utiliza a plantaforma 2.2.

2º Passo

Depois de criado o nosso AVD, o próximo passo é criar um Projecto para o Android no Eclipse.

Abre o Eclipse
Vai ao menu, File > New > Project
Seleciona o wizard para o Android Project.

Imagem

Preenche os detalhes do projecto de acordo com a imagem e depois clica em Finish.

Imagem

O teu projecto está agora pronto. Abre o ficheiro, OlaMundo.Java , deve ser parecido com isto:

Repara que está classe é baseada na Activity class. Uma Activity é uma simples entidade, que é utilizada para executar acções. Uma aplicação pode ter diversas “activities”, mas o utilizador só pode interagir com uma de cada vez.

O método onCreate() é chamado pelo sistema Android, quando a “Activity” é iniciada. É aqui que devem ser feitas as inicializações e o Setup da UI.

3º Passo

Vamos agora fazer algumas alterações ao código base. O código adicionado tem o comentário à frente de Added.

package com.maistutoriais;

import android.app.Activity;
import android.os.Bundle;
import android.widget.TextView; // Added

public class OlaMundo extends Activity {
/** Called when the activity is first created. */
@Override
public void onCreate(Bundle savedInstanceState) {
super.onCreate(savedInstanceState);
TextView tv = new TextView(this); // Added
tv.setText("Olá, Mundo!"); // Added
setContentView(tv);
}
}
Um interface do Android é composto por hierarquias de objectos chamados Views. Uma View é um objecto drawable usado como um elemento no teu layout, assim como um botão, imagem ou uma label. Cada um desses objectos é uma subclass da View e a subclass que contém o texto é uma TextView.

Com as nossas alterações, criamos uma TextView com o construtor que recebe um Android Context. Um Context é um handle para o sistema, que fornece serviços como resources, acesso a base de dados e preferências. A Activity class herda do Context, e como o nosso OlaMundo é uma subclasse do Activity, é também um Context. Assim podemos passar o this como uma referência para o Context no TextView.

Depois definimos o texto utilizando o setTex(CharSequence) setText().

Finalmente, passamos o TextView para o setContentView(), para podermos defini-lo como display do Activity UI. Se o teu Activity não chamar este método, não será definido nenhum UI e o sistema apresentara somente um ecrã vazio!

4º Passo

Para terminar, já só falta correr a nossa aplicação. O Eclipse tornam isto muito simples. Vai ao menu Run > Run, na janela selecciona uma “Android Application” e clica em OK.

O plugin do ADT no Ecplise vai criar uma configuração para lançar o Emulador do Android automaticamente. Assim que o emulador tenha arrancado (poderá demorar 1 ou 2 minutos), a tua aplicação irá aparecer!

Imagem

E pronto, assim chega ao fim mais um tutorial! Espero que tenhas concluído o tutorial com sucesso, se tiveres alguma dúvida ou dificuldade deixa o teu comentário.

Fonte: http://maistutoriais.com/programacao/ap ... o-android/