•  
     

Bebês são contaminados por tuberculose em maternidade de Campinas – SP

Fatalidade ou negligência? Três bebês nascidos no Hospital e Maternidade Madre Theodora, em Campinas (SP), entre fevereiro e maio deste ano foram diagnosticados com tuberculose.

Mesmo tendo sido confirmados em agosto, a informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde e pelo hospital particular apenas nesta quinta-feira (20/09). Uma técnica em enfermagem do Madre Theodora também foi diagnosticada com a doença no Hospital Celso Pierro e foi apontada como a transmissora da infecção aos recém-nascidos.

Ela estava em férias em julho e não voltou ao trabalho por causa da doença. A funcionária foi afastada das atividades e passa por tratamento.

Apesar da tuberculose possuir tratamento e cura, para evitar uma disseminação é necessário realizar avaliações para descartar possíveis quadros da infecção e garantir a saúde dos possíveis expostos. Por precaução, os pais das crianças nascidas entre janeiro e junho de 2012 no Madre Theodora também serão chamados para investigar se existem outros casos de tuberculose.

A diretoria do hospital informou que a funcionária tinha contato direto com as mães, e não com as crianças. O processo de verificação dos bebês nascidos será feito em duas etapas. Na primeira, serão examinados os que tiveram contato direto com a funcionária doente e, em seguida, os que podem ter sido expostos a ela.
A Tuberculose é uma doença transmitida por contágio através de saliva, tosse ou espirro.
Anexos
bebebee.jpg
 
meu deus tomara que ajude esses bebes tem muita vida ainda
 
tomara msm sao bunitinhos