•  
     

Capitão nascimento do Paraná

Nem só as celebridades do mundo da música e do cinema fazem sucesso no YouTube. Um vídeo que mostra o depoimento de um sargento da Polícia Militar Rodoviária do Paraná vem chamando a atenção de internautas desde o início desta semana. Com a ajuda de dois outros policiais, ele realizou a maior apreensão de crack da história do estado na última segunda-feira (3) e comentou o caso em uma gravação que alcançou 690 mil visualizações em dois dias.

O sargento Gilson Cardoso Fahur se posiciona com bastante firmeza ao falar da criminalidade na região. Em determinado trecho da conversa, ele afirma que deveria existir pena de morte para os traficantes e que os 83 quilos de crack apreendidos não irão mais prejudicar as famílias da cidade de Maringá.


Além disso, Fhaur comenta ainda que não tem medo dos criminosos da região e que não se deixa intimidar por eles. ”Podem até atirar em mim ali na Morangueira, podem atirar em mim, mas estão comprando briga com 20 mil homens da policia militar, serão perseguidos, mortos ou presos. Eu não tenho medo, se eu tivesse medo não estava usando uma farda da polícia militar”, diz.

O depoimento do policial chamou tanta atenção que ele acabou sendo apelidado pelos internautas de “Capitão Nascimento do Paraná”, em referência ao personagem que comanda o Batalhão de Operações Especiais (Bope) do Rio de Janeiro no filme Tropa de Elite.




fonte: www.bhaz.com.br