•  
     

Cara Adobe, a Apple está certa mais qual sera que vai ganha

Cara Adobe, a Apple está certa (em partes).
Imagem
Versus

O incessante debate entre o flash estar ou não estar presente no iPhone deixa no ar uma dúvida: “Quem está com a razão? Adobe ou Apple?”.

Não quero que me levem a mal os usuários de Flash/Photoshop, eu adoro alguns dos recursos dos programas da Adobe, mas ____, a Apple tem toda a razão de banir o Flash dos seus telefones, pelo menos enquanto o Flash não amadurecer o suficiente para ser utilizado em dispositivos com baixa capacidade de processamento.

Um fato que me leva a concordar com a Apple é justamente o peso do Flash – e não digo o programa de desenvolvimento, falo do plug-in. Todos os programas da Adobe que necessitam de Plug-ins são pesados.

Ontem eu estava com o Google Chrome aberto e ele estava consumindo mais ou menos uns 120MB de Memória e 2% de processamento. Foi abrir uma aba com um joguinho em flash o consumo saltou para 320 MB e 55% de processamento – e olhe que o jogo nem é dos mais pesados.

Isso nem é nada, o Tweetdeck, que é feito em Adobe AIR, come sozinho 150 MB de memória e ocupa uns 3% de processamento no meu computador; Um PDF, quando aberto no Adobe Reader dentro do navegador, só falta travar o micro.

Imagine colocar esse tipo de coisa num celular, cujo processador e a memória não chegam a 1/10 do meu computador atual:

Imagem

trabalho_pesadoA suíte de desenvolvimento da Adobe não é das piores, pelo contrário, é uma das melhores alternativas para edição multimídia que eu conheço. E nem é tão pesada, no meu computador, alguns jogos em Flash consomem mais processamento do que o Photoshop CS3. É justamente nesse ponto que eu começo a discordar um pouco da Apple: Desenvolver para iPhone em Flash deve ser muito mais simples (pelo menos pra quem já desenvolve em Flash) do que usar a suíte própria da Apple.

A Apple quer “proteger” o desenvolvedor de ferramentas de terceiros, mas ela se esquece que essas ferramentas poderão impulsionar o crescimento na gama de desenvolvedores e consequentemente de aplicativos para o seus produtos.

O que a Apple realmente quer é aumentar a venda de Macs e não perder o marketshare de computadores que ela ainda tem. Além disso, quanto mais difícil é para se aprender ou para se conquistar um lugar na App Store, mais difícil será para o Desenvolvedor largar a Apple ou fazer um aplicativo que não será aceito.

Bloquear o desenvolvimento de aplicativos para iPhone em plataformas não-Apple é mais uma forma de negócios do que de “proteger” o desenvolvedor, como Jobs fala.

Imagem

3043-38154

Outra questão levantada por Jobs é o fato do Flash ser fechado e os padrões WEB serem abertos. Bom, não é bem assim.

Steve Jobs ganhou o prêmio de Hipócrita do ano quando soltou essa perola: A Apple é Aberta e a Adobe é Fechada. Como eu já disse, para desenvolver para iPhone você precisa de um Mac e só pode desenvolver na suíte da Apple. Você também não pode vender seus aplicativos em lojas alternativas no iPhone (Jailbreak não conta) e vem, naquela carta, reclamar que o Flash é fechado. Tenha santa paciência.

No texto ele cita a engine para navegadores ‘criada’ pela Apple. bom, quem conhece um pouquinho de Linux sabe que o Webkit veio do KHTML que veio do Konqueror. Se a Apple tentasse fechar esse código ela teria problemas graves na justiça e o Stalman iria jogar ovos na Apple até que os últimos fios de cabelo de Jobs caíssem.

Ser ou não ser aberto acaba se tornando só uma desculpa do pomar para não abrir para a Adobe e ponto.

Imagem

Software Aberto

Google e Microsoft :

Enquanto o Google investe tanto em HTML5 quanto em Flash e a Microsoft investe no Silverlight e no HTML 5 e o posicionamento do chefe do Internet Explorer é mais do que natural.

O Negócio da Microsoft é promover suas tecnologias e já que o Flash concorre diretamente com o Silverlight e a Gigante de Redmond iria querer que seus concorrentes ganhassem mercado? Nunca.

O Google não tem uma tecnologia que concorra com o Flash, mas apóia o Flash por que ele não gosta a Microsoft (e além disso, parece que o Google tem uma briga pessoal com a Microsoft :P)

A Apple desencadeou uma discussão que não terminará tão cedo e que pode decretar uma revolução na Internet: Ou o Flash melhora, ou morre e ambas as situações quem ganha são os consumidores que se livrarão da API pesada e lenta do Adobe Flash.

Creditos:http://oxenti.com/www/2010/05/01/cara-adobe-a-apple-est-certa-em-partes/
 
O que isso aqui tem haver com CULINARIA,

@Categoria movida !
 
o vlw errei a categoria