•  
     

[Tecnologia] Chega ao Brasil o Slingbox, que permite assistir à sua TV a cabo de qualquer lugar

A Sling Media acaba de apresentar em um evento para a imprensa em São Paulo o Slingbox 350, um pequeno acessório que se conecta ao decodificador de TV a cabo do usuário e permite o streaming de todo conteúdo via Wi-Fi, 3G ou 4G, de qualquer lugar do mundo. O Brasil é o primeiro país da América Latina a receber o produto, que tem um preço sugerido de R$799,00.

O equipamento é compatível com PC, Mac, dispositivos móveis Android, iOS, Windows Phone e Kindle Fire, e dispositivos conectados, como SmartTVs e AppleTV. A ideia é que o cliente possa acessar a programação de outros cômodos da casa ou até de outros locais, em caso de viagens, sem que precise pagar nada a mais. Isso inclui conteúdos premium, como Pay Per View, por exemplo.

Imagem
O acesso 100% gratuito é feito apenas por computadores, no entanto. Quem quiser fazer o streaming para sistemas operacionais móveis terá que baixar o aplicativo SlingPlayer, que é pago. O preço varia de acordo com a plataforma.

O Slingbox 350 funciona com a Sky, NET, Oi TV, GVT, Vivo TV, TVA, Claro TV e TV Alphaville TV. O aparelho não possui possui HDMI, apenas conexões vídeo-composto e vídeo-componente, além de uma USB e uma porta Ethernet. O produto é compatível com padrões de definição SD, HD e FullHD, incluindo gravadores digitais de vídeo (DVRs), set-top boxes digitais e receptores de satélite.

Imagem
O Slingbox funciona como um intermediário entre o decodificador da TV a cabo e o televisor. Basta conectá-lo entre os dois aparelhos e ao roteador através de cabo. Ele não permite conexão simultânea, ou seja, apenas um dispositivo por vez receberá o conteúdo. Outro detalhe é que se uma pessoa estiver longe de casa, e outra pessoa estiver na residência, caso esta mude de canal, o dispositivo que recebe o streaming acompanha a mudança.

A primeira configuração ao instalar o aparelho exige um computador, já que será preciso escolher o decodificador do cliente através do site do Slingbox. O próprio site ajuda o usuário a efetuar a configuração, inclusive dispondo de uma série de modelos de controles remotos diferentes para que seja possível identificar o decodificador utilizado em casa. Quem preferir, também pode optar por uma instalação personalizada feita pela distribuidora na residência do consumidor. A empresa também oferece suporte técnico por telefone e chat.

Na demonstração, pudemos ver diversos equipamentos, como notebooks, tablets e smartphones, recebendo programação de vários países: além do próprio Brasil, Japão, Estados Unidos, Coreia do Sul e México. A transição entre os canais é rápida, praticamente instantânea. Há apenas algo em torno de cinco segundos de espera para que o dispositivo comece a reproduzir o streaming com fluidez. A qualidade de imagem é perfeita, mas isso é um detalhe que depende também da conexão disponível.

ImagemImagem
No mercado nacional, o Slingbox 350 será distribuído pela brasileira Flex, que proverá suporte técnico local e garantia de um ano para o produto. “Com o Slingbox, não é preciso gravar para depois assistir: o usuário pode ver sua programação contratada ao vivo, de onde quer que esteja", explica o diretor da companhia, Décio Libertini Neto. "Ele tem a possibilidade de levar sua TV por assinatura em viagens, passeios, ou mesmo sair da sala e continuar assistindo aos programas em qualquer cômodo da casa."

“O Slingbox 350 é a melhor forma de levar toda a experiência de sua sala de TV para qualquer lugar que você vá", afirma Maurício Perez, Gerente da Sling Media para a América Latina. "Ao lançá-lo no Brasil, trazemos para o país uma inovação dentro da categoria que nós mesmos criamos."

O Slingbox já está em sua quarta geração nos Estados Unidos, e chegou a ser premiado com o Gold Award no International Design Excellence Awards (IDEA) de 2010. No Brasil, ele pode ser adquirido pelo site http://www.slingbox.com.br. Nos próximos meses, a companhia espera disponibilizar o aparelho no varejo.



Fonte
 
Preço salgado, casualmente por causa da carga tributária brasileira, mas um acessório interessante ^^
 
Meu amigo tem algo parecido mais no XBox 360
dele