•  
     

Conheça as torcidas mais violentas do mundo da bola.

Imagem

A violência em estádios de futebol ainda é uma triste realidade no mundo da bola. Em graus variáveis, torcidas organizadas de várias partes do planeta se orgulham por serem temidas e terem histórias para contar longe das quatro linhas. A Bushwackers, do clube inglês Millwall, é uma delas. É certamente uma das mais temidas do Reino Unido. Espie outras torcidas com uma trajetória de violência!


Imagem

A torcida do Estrela Vermelha, da Sérvia, carrega consigo a fama de violenta desde os tempos em que o time representava a antiga república iugoslava, que se desfez nos anos 90 na Europa. Entre seus atos violentos está a perseguição a dirigentes e jogadores, o que não se compara ao ódio que nutre pelos arquirrivais do Partizan Belgrado, e de todo e qualquer clube da Croácia, país vizinho, com o qual os sérvios guerrearam há duas décadas


Imagem

Time dominante nos tempos de Alemanha Oriental, o Dynamo Dresden já não vive momentos tão gloriosos no presente. Integrante da Segundona da Bundesliga, a equipe conta com uma das torcidas mais intolerante da Alemanha. Cansada de ver o time punido várias vezes por conta do comportamento dos torcedores, a diretoria do Dynamo chegou a banir alguns dos maiores arruaceiros


Imagem

Corcéis Galantes. Este é o nome da principal facção de hooligans russos do CSKA Moscou, um dos grupos ligados ao futebol mais violentos do país, desde os tempos da antiga União Soviética. A distinção em relação aos outros países é que os torcedores, reconhecidamente violentos, têm livre acesso ao clube, usando inclusive as instalações para seus encontros. A rivalidade com os rivais do Spartak e do Zenit é enorme


Imagem

Fanáticos pela Juventus de Turim, a italiana Drughi Ultras é uma das mais perigosas torcidas uniformizadas da Europa. A cultura da violência dentro e fora dos estádios na Itália se faz presente até hoje, mas os integrantes da Drughi se gabam até do que fazem fora do país. Em 1985, um confronto com os hooligans do Liverpool impediu a realização da decisão da Liga dos Campeões daquele ano, na Bélgica


Imagem

A rivalidade entre Fenerbahçe e Galatasaray pode ser considerada a maior do futebol turco. Os dois clubes também possuem as duas facções mais violentas, a Kill For You (Matar por Você, do Fener) e a UltrAslan (do Galatasaray). Casos de quebra-quebra no estádio rival e algumas mortes nas últimas décadas se tornaram algo comum no futebol local, algo que pouco ajuda no desenvolvimento turco na bola, já maltratado pelos escândalos de jogos manipulados


Imagem

Conhecida pela qualidade do seu futebol, a América do Sul também possui credenciais entre as torcidas mais violentas. A Los Borrachos del Tablón, do River Plate, é uma das mais respeitadas, fazendo frente até mesmo às rivais La Barra Del Rojo, do Independiente, e La 12, do Boca Juniors. Em comum, além da violência, estão as atividades envolvendo o mercado negro da revenda de ingressos, o tráfico de drogas e até o envolvimento com grupos políticos. Cartolas argentinos são costumeiramente ameaçados de morte por tais facções, um triste retrato do país que já deu ao mundo nomes como Maradona, Di Stefano e Messi


Imagem

Barra Amsterdam e La Banda Del Parque são as duas mais violentas torcidas do Uruguai, país bicampeão mundial de futebol. Representando Peñarol e Nacional, respectivamente, ambas as agremiações já se cansaram de entrar em confrontos no estádio Nacional e pelas ruas de Montevidéu


Imagem

O futebol brasileiro não poderia escapar da violência. Praticamente todas as organizadas do país possuem alas mais radicais, as quais estão sempre procurando confrontos com rivais em vários Estados do País. Algumas passagens ficaram marcadas para sempre, como o confronto entre são-paulinos e palmeirenses no Pacaembu, nos anos 90. Mais recentemente, a torcida do Coritiba protagonizou a destruição do próprio estádio, depois do rebaixamento do time paranaense para a Segunda Divisão, em um dos capítulos mais tristes do futebol nacional


Fonte

Créditos: eLiasFerrazrj
 
so loko nisso ai gente kkkk'
 
Po só faltou a gaviões ai em?! kkkk
 
eu nao lembro de outro episodio do coxa alem daquele ali !
 
eles acha bonito isso afss!
 
e eu pensando que so os brasileiros faziam vergonha ta ae to totalmente enganado
 
joaovitor Escreveu:eu nao lembro de outro episodio do coxa alem daquele ali !

é que não mora no Paraná, ano passado tentaram destruir a Arena da Baixada.
Esse ano também, quando teve aquela semana de paralisação , a I.A.V se disfarçou de manifestantes e foram atacar as obras da Arena...
Não dizendo que a torcida do Atlético não faz isso, pq todas as torcidas do Brasil fazem isso, mas não chegam a esse ponto de quebrar o próprio estádio.
 
GABRIEEL ! Escreveu:Po só faltou a gaviões ai em?! kkkk


oq voltou gaviões ai pera ia timao nao e disso u.u esses ai pq time e tudo lixo kkk
 
uffa ainda bem nao colocaram meu corinthiaNS pelomenos nisso kkkkk
 
KaBaL^ Escreveu:
GABRIEEL ! Escreveu:Po só faltou a gaviões ai em?! kkkk


oq voltou gaviões ai pera ia timao nao e disso u.u esses ai pq time e tudo lixo kkk

Timão não é disso ?
Conta outra =P