•  
     

Crítica - E aí, Comeu?

Três amigos de infância se encontram sempre no mesmo bar. Por mais que tentem às vezes despistar, dizendo que falam sobre jardinagem e culinária, não convencem. O tema da conversa é único: mulheres. Rapidamente identificamos a situação vivida por cada um deles. Fernando (Bruno Mazzeo), prestes a se tornar solteiro novamente, conhece Gabi (Laura Neiva), uma linda menina que despeja toda sensualidade inocente, porém, menor de idade.

Imagem


Fonsinho (Emilio Orciollo Netto) é um escritor da boca para fora (já que não consegue finalizar o livro que está escrevendo), de família rica, mulherengo ao extremo, dá em cima de mulheres casadas e adora, seguindo o linguajar do programa, uma “surubex” com garotas de programas. No entanto, insatisfeito por nunca ter encontrado um amor de verdade. Por último, Honório (Marcos Palmeira), o único pai entre os três, que desconfia estar sendo traído por sua esposa (Dira Paes).

Novo filme de Felipe Joffily é a versão masculina de "Muita Calma Nessa Hora"

Falar de mulheres para eles é, claro, prazeroso, mas também, simultaneamente, terapêutico. O habitual bar é agraciado pelo serviço do garçom Seu Jorge (interpretado pelo próprio Seu Jorge), que, por sua vez, também dá os seus pitacos sobre a mulherada, se transformando em uma espécie de divã.
Apesar do filme de Felipe Joffily possuir um clima desde o início descontraído, a comédia romântica brasileira não garante muitas risadas. Mais por conta do bom elenco em cena do que por qualquer outro fator, o passatempo descartável segue os mesmos moldes do seu longa anterior – Muita Calma nessa Hora –, embora não tenha assinado o roteiro de nenhum dos dois longas. A sutil diferença é que no filme de 2010 são três amigas como protagonistas.

Imagem

"E aí, Comeu?", com ganchos fortuitos e dispersos, lembra minisséries cômicas da televisão

Além dessa invariabilidade entre os dois filmes, E aí, Comeu? cai na mesmice de muitas minisséries de humor da TV Globo e outros canais, como Louco por Elas e Cilada, de Bruno Mazzeo. Os programas são engraçados, pois os episódios são de curta duração, ao contrário dos mais de 90 minutos de projeção do longa-metragem.

Falta de capricho (talvez por uma agenda incompatível?) por parte da produção, o ator Murilo Benício, que é o namorado de Vitória (Tainá Muller), esposa de Fernando, aquele que quer o divórcio, aparece uma única vez, sendo que o seu personagem, o ridicularizado Wôlnei, já tinha aparecido, através de um figurante, quando Fernando (Bruno Mazzeo) descobre que sua quase ex-esposa está em outra.

Com muitos ganchos fortuitos e dispersos, o filme chega até o epílogo, quando tenta inexplicavelmente assumir que o que se passou até então se tratava de uma guerra de sexos. Embora não exclua a plateia feminina, o título da comédia deixa claro que o argumento lastreia-se sob a ótica masculina. Se o papel da mulher moderna em questão é o ponto central, faltou explorar mais o tema, dando destaque ao grupo de mulheres do bar, também frequentadoras assíduas do estabelecimento de Seu Jorge, ou então as próprias cônjuges dos personagens principais, com uma presença mais pertinente. Assim o público se envolveria mais com o assunto intencionado.

Trailer


Ficha Técnica

E aí, Comeu? – 100 min
Brasil – 2012
Direção: Felipe Joffily
Roteiro: Lusa Silvestre – Adaptação da peça homônima de Marcelo Rubens Paiva
Elenco: Marcos Palmeira, Bruno Mazzeo, Emilio Orciollo Netto, Dira Paes, Seu Jorge, Tainá Müller, Laura Neiva, Juliana Alves, José de Abreu, Murilo Benício, Juliana Schalch

Estreia: 22 de junho

Fonte
 
filme mo baixaria ehuehuehuehuehe, um amigo meu ficou de ___ duro kkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
D4rknes Escreveu:filme mo baixaria ehuehuehuehuehe, um amigo meu ficou de ___ duro kkkkkkkkkkkkkkkkkk

kkkkkkkk ushahusauhsuhauhsauhsuasa