•  
     

Este pode ser plano da Apple para melhorar bateria do iPhone

Uma nova patente da empresa indica uma tecnologia que permite que a bateria se torne mais inteligente

Imagem

São Paulo - A bateria do iPhone é alvo constante de reclamações dos consumidores. Percebendo isso, a Apple parece estar buscando uma solução para essa questão. Uma nova patente da empresa indica uma tecnologia que permite que a bateria se torne mais inteligente
Basicamente, seria possível que o smartphone aprendesse padrões de carregamento de energia. Isso seria feito por meio de um software que monitora constantemente o uso do aparelho.

A bateria, que tem capacidade 1560 mAh, seria preservada automaticamente. Ou seja, o iPhone poderia tomar medidas como desativar Bluetooth ou Wi-Fi caso você não esteja usando esses recursos, diminuir o brilho da tela ou até mesmo ajustar a velocidade do processador.

“Esse tipo de informação pode indicar ao sistema de gerenciamento de energia que nos próximos 20 ou 30 minutos é melhor para o usuário que a bateria seja sacrificada em nome de um melhor desempenho”, de acordo com a patente.

Essencialmente, o aparelho poderia “saber” que só ganhará uma nova carga à noite, detectando que durante o dia, por exemplo, das 8h às 22h, é o período de uso mais intenso. Sendo assim, medidas seriam tomadas para que o usuário não fique sem poder usar o smartphone.

Entretanto, a Apple, assim como todas as grandes empresas de tecnologia, tem um grande portfólio de patentes, que, em muitos casos, são apenas uma forma de se prevenir de futuras ações judiciais.

Não há garantias de que isso irá virar realidade — mas certamente seria uma boa inovação para o iPhone.