•  
     

Estudo sugere que os bebês começam a entender as mães ainda dentro do útero.

Pesquisa aponta que os fetos começam a aprender o idioma nativo partir dos seis meses de gestação.

Imagem


De acordo com uma notícia publicada pelo The New York Times, um novo estudo sugere que os bebês começam a entender — e a aprender — o idioma nativo antes mesmo de nascer, quando ainda se encontram dentro dos úteros de suas mães. Publicada no periódico Acta Paediatrica, a pesquisa aponta que o aprendizado começa a partir do sexto mês de gestação.

Segundo os pesquisadores, os bebês desenvolvem a habilidade de ouvir por volta da trigésima semana de gestação, passando, então, a identificar a voz das mães. Assim, os cientistas realizaram testes com 80 recém-nascidos — de apenas 30 horas de vida — para determinar se os bebês eram capazes de diferenciar os sons entre vogais pronunciadas em seus idiomas nativos e em um estrangeiro.

Aprendendo cedo

Para medir os resultados, os pesquisadores utilizaram chupetas especiais, que contavam quantas vezes e com qual intensidade os bebês chupavam esses objetos quando expostos aos diferentes sons. Os cientistas observaram que os recém-nascidos chupavam as chupetas de forma menos vigorosa ao ouvir o idioma nativo, mostrando o comportamento oposto ao serem expostos às vogais estrangeiras.

Conforme explicaram, era muito pouco provável que os recém-nascidos tivessem aprendido a identificar o idioma materno em tão poucas horas, o que levou os pesquisadores a concluir que o aprendizado se deu enquanto os bebês ainda se encontravam dentro do útero. Até o momento acreditava-se que as crianças somente começavam a compreender pequenas partes do idioma nativo — como vogais e consoantes — depois do nascimento.



Fonte: http://www.tecmundo.com.br/mega-curioso ... z2HXTcXS9u