•  
     

Gostaria de viver para sempre?

Artigo sobre a Vida

Em 3 de março de 1513, o explorador espanhol Juan Ponce de León empreendeu uma expedição notável. Ele partiu de Porto Rico na expectativa de chegar à ilha de Bimini. Segundo a lenda, ele procurava uma fonte milagrosa — a Fonte da Juventude. Mas desembarcou no atual Estado da Flórida, nos Estados Unidos. É claro que ele nunca encontrou aquela fonte inexistente.

Hoje, as pessoas em geral não vivem muito mais do que 70 ou 80 anos. Embora a Bíblia mencione pessoas que viveram bastante tempo, o Guinness — O Livro dos Recordes de 2002 diz que a pessoa mais velha que já existiu viveu 122 anos e 164 dias. (Gênesis 5:3-32) No entanto, o estudioso de bioética John Harris disse: “Novas pesquisas permitem prever um mundo em que o envelhecimento — e até a morte — talvez não sejam mais inevitáveis.” Vários pesquisadores do século 21 falam de “imortalidade virtual”, “vida com duração ilimitada para os seres humanos até 2099”, “possibilidade de termos uma reprodução infinita das células”, e coisas parecidas.

Mark Benecke, no seu livro The Dream of Eternal Life (O Sonho da Vida Eterna), observa: “Quase todo o corpo é renovado várias vezes no decorrer da vida da pessoa. . . . Depois de cerca de sete anos, somos pessoas novas no real sentido da palavra.” No entanto, isso não continua para sempre, porque as células deixam de se multiplicar depois de um determinado número de divisões. No entanto, se esse não fosse o caso, diz Benecke, “o corpo humano poderia regenerar-se por um tempo bem longo — até mesmo eternamente”.

Analise também a espantosa capacidade do cérebro humano, que supera em muito qualquer uso que poderíamos fazer dele durante a nossa vida relativamente curta. Segundo a Encyclopædia Britannica, o cérebro humano “é dotado de um potencial consideravelmente maior do que se consegue utilizar no decurso da vida de uma pessoa”. (Edição de 1976, Volume 12, página 998) O livro How the Brain Learns (Como o Cérebro Aprende), de David A. Sousa, declara: “Para todos os efeitos, a capacidade do cérebro de acumular informações é ilimitada.” — Página 78, Segunda Edição, copyright 2001.


Juan Ponce de León procurava a fonte da juventude



Por que os pesquisadores não conseguem encontrar uma razão fisiológica para a morte? E por que o cérebro humano tem uma capacidade tão enorme? Há alguma possibilidade de termos sido projetados para continuar a assimilar conhecimento para sempre? Por que conseguimos imaginar a vida eterna?

A Bíblia declara: “[Deus] pôs até mesmo tempo indefinido no seu coração, para que a humanidade nunca descobrisse o trabalho que o verdadeiro Deus tem feito do começo ao fim.” (Eclesiastes 3:11) Essas palavras indicam que Deus implantou em nós a idéia de viver para sempre. Sendo assim, sempre teríamos algo para aprender sobre ele e suas obras. Se nós vivêssemos incontáveis bilhões de anos — sim, para sempre — poderíamos indefinidamente aprender sobre as maravilhas das obras criativas de Deus.

As palavras de Jesus Cristo também mostram que a vida humana sem fim é possível. Ele disse: “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) E você? Gostaria de viver para sempre?

Fonte: http://www.watchtower.org/t/20041115/article_01.htm
Anexos
03_03.jpg
Juan Ponce de León procurava a fonte da juventude.
03_03.jpg (7.68 KiB) Visto 168 vezes
 
sai do spec la pra criar topicos aheuAHUWEAHEUhAUehaUE
 
tarde td de spect -;-'