•  
     

GSP e Diaz têm encarada tensa na pesagem e confirmam luta de sábado

Americano tenta provocar briga com campeão dos pesos-meio-médios, mas lutadores são apartados por Dana White. Todos batem peso para UFC 158
Por SporTV.com
Montreal, Canadá


201 comentários

O campeão dos pesos-meio-médios do Ultimate, Georges St-Pierre, e o desafiante número 1, Nick Diaz, passaram pela balança sem problemas na pesagem oficial do UFC 158, nesta sexta-feira, em Montreal, Canadá. A cerimônia, todavia, teve o momento de tensão que os fãs esperavam desde que o combate foi marcado. Como costumeiramente faz com seus adversários, Diaz tentou provocar uma briga com GSP, mas o presidente do UFC, Dana White, entrou no meio para impedir que a luta acontecesse mais cedo.
Diaz e St-Pierre foram os últimos dois atletas a subir ao palco para a pesagem, mas não decepcionaram. O americano apareceu primeiro, acompanhado de seu irmão mais novo, o peso-leve Nate Diaz, sob intensas vaias da torcida canadense. Ele registrou 76,7kg, cerca de 454g abaixo do limite de sua categoria. Em seguida, surgiu o campeão peso-meio-médio, ovacionado pelo público. Após bater 77,1kg na balança, GSP se dirigiu diretamente à tradicional encarada pré-luta. Diaz aparentemente rasgou um laço e se aproximou, colocando seu braço esquerdo entre os braços do rival. Antecipando confusão, Dana White rapidamente entrou no meio dos dois.

Georges St-Pierre e Nick Diaz precisam ser separados na pesagem do UFC 158 (Foto: Twitter / UFC )
A pesagem da primeira luta do card preliminar, que terá transmissão ao vivo do SPORTV.COM, teve o primeiro momento interessante: George Roop, já com uma vantagem clara de altura sobre seu adversário, Reuben Duran, chegou bem próximo ao oponente e ficou na ponta dos pés para intimidá-lo. Duran, porém, só sorriu. Na quinta luta apresentada, o veterano Dan Miller precisou tirar a cueca atrás de uma "cabaninha" de toalhas para alcançar o limite de tolerância de 77,6kg permitido para a categoria meio-médio.
O canadense Patrick Cote agradou o público local ao entrar com a camisa do time de hóquei no gelo da cidade, Montreal Canadiens. Não foi a única surpresa do ex-peso-médio, que, bem mais seco que de costume, puxou dois biscoitos do bolso e ofereceu ao adversário, Bobby Voelker. Os dois se encararam com as bocas cheias.

Colin Fletcher entrou para a pesagem com sua
tradicional máscara de terror (Foto: Reprodução)
Em seguida, subiu ao palco o "figuraça" Colin Fletcher, apelidado de "Freakshow". O peso-leve apareceu com sua costumeira máscara de palhaço maligno e subiu à balança com uma dentadura de vampiro. Na hora da encarada, porém, foi seu adversário, Mike Ricci, quem foi realmente mau: deixou Fletcher no vácuo quando este estendeu a mão para um cumprimento na hora de deixar o palco.
O americano Johny Hendricks, que faz o coevento principal contra Carlos Condit e vem dizendo que St-Pierre está se escondendo dele, também fez média com a torcida e entrou com a camisa do Canadiens. Todavia, Condit, que lutou em Montreal contra GSP em novembro passado e foi derrotado, foi mais celebrado pelos fãs. Os dois fizeram uma encarada tensa, mas sorriram e se cumprimentaram depois.