•  
     

Microsoft monta PC que roda jogos a 12K de resolução

A equipe do blog Extreme Windows, da Microsoft, montou um PC potente o suficiente para rodar jogos com resolução de 12K. Para isso, eles usaram três monitores de 4K e um total de três processadores para atingir a taxa de 60 frames por segundo.

Imagem

O programador Gavin Gear, autor da façanha, explica que jogos no PC devem ser jogados com performance extrema. “Jogos em DirectX no Windows sempre estão no limite da tecnologia de hardware e software gráficos”, afirmou.

Para montar o equipamento, ele usou três monitores Sharp PN-K321 4K Ultra HD, que custam juntos cerca de US$ 15 mil (aproximadamente R$ 33 mil). O primeiro desafio encontrado foi a forma de conectar os monitores no mesmo computador e, para isso, teve que descobrir quão poderoso deveria ser seu processador gráfico para aguentar jogar um jogo de DirectX 11 em 30 Hz – a maior taxa possível. A solução encontrada foi usar uma placa ASUS HD 7970 DirectCU II, que possui suporte para até quatro saídas de vídeo.
Uma vez que este problema foi resolvido, ele conseguiu uma tela com resolução de 11.520 x 2.160 pixels, o equivalente a 12 monitores com resolução de 1.920 x 1080, somando cerca de 24.883.200 pixels.
O jogo escolhido para o teste foi Dirt 3, já que o efeito panorâmico dos monitores funcionaria bem com o game de corrida. O primeiro teste resultou em uma taxa de frames um pouco inferior à marca de 30 Hz, o que fez com que fosse necessário desativar alguns recursos para melhorar a jogabilidade. Um deles foi desligar o multisampling, o que permitiu uma taxa média de 35 frames por segundo.
O próximo desafio foi usar o recurso MST (Multi-Stream Transport) dos monitores para aumentar a taxa de atualização para 60 Hz, o que criou novos problemas. Por padrão, monitores conectados por DisplayPort ou HDMI possuem atualização máxima de 30 Hz devido às limitações de banda inerentes que existem nas especificações. Isto significa que é necessário mais de uma saída, o que era possível com as configurações do Sharp PN-K321 e adicionando uma segunda placa ASUS HD 7970 em modo Crossfire. Desta forma, ele foi capaz de atingir cerca de 150 frames por segundo com um monitor.
O último teste seria usar os três monitores na potência máxima. O problema é que as placas ASUS não suportavam esta configuração, o que fez com que Gear e seu amigo Jeff, que trabalha na AMD, precisassem encomendar um driver customizado para a façanha. Desta forma, eles conseguiram unir seis displays, mas o jogo só funcionou a 8 fps.


Imagem

Após mexer nas configurações novamente, eles adicionaram uma terceira placa 7970 para aumentar a potência, arriscando sobrecarregar a placa mãe. Eles acreditam que conseguiram cerca de 750 watts de potência. Desta forma, o jogo foi rodado entre 62 e 67 frames por segundo.
Estas configurações foram o suficiente para jogar o Dirt3 por poucos minutos antes que o computador reiniciasse devido ao uso excessivo de energia. Eles calculam que usaram um total de 6.144 núcleos com os três processadores gráficos, resultando em 1.492.992.000 pixels renderizados por segundo.


fonte