•  
     

'Neymarmania' atravessa a fronteira e contamina pequeno argentino

Guido, de nove anos, prefere o santista a Messi, principal jogador dos rivais brasileiros. Garoto convenceu o pai, Diego, a admirar a sensação do Brasil

img_3457.jpg


Guido Tasso Gomez nasceu em Buenos Aires, tem nove anos e torce pelo San Lorenzo. Fanático por futebol, acompanha jogos pela televisão, escuta as notícias no rádio e pesquisa sobre os jogadores na internet. É um estudioso do assunto. E como um bom argentino da sua idade, deve ser fã de Messi, certo? Errado!

Curiosamente, o atleta que Guido mais gosta não nasceu na Argentina. Ele é natural do Brasil, maior rival do seu país no futebol, atende pelo nome de Neymar e é a sensação do momento no esporte canarinho, especialmente entre a garotada. A “Neymarmania” já atravessou a fronteira e contagiou um “hermano”.

- Sou muito fã do estilo de jogo do Neymar. Ele é bem melhor do que o Messi, porque ele faz gols pela Seleção Brasileira e pelo Santos. Já o Messi faz todos os gols pelo Barcelona e não faz nada na Argentina – opinou o garoto, com estilo.

Só que a admiração de Guido por Neymar para no futebol. Diferentemente da maioria dos garotos brasileiros que gostam do craque, ele não quer um moicano.

- Gosto dos dribles, das comemorações diferentes, do estilo de jogo, mas do cabelo não. Jamais faria igual – disse o menino argentino.

Guido é tão fã de Neymar que conseguiu até mesmo convencer outra pessoa a adotar o santista como ídolo. Seu pai, Diego Tasso, ainda não tinha visto o atacante brasileiro em ação. Foi convidado, então, para assistir a um jogo do Santos pela Libertadores. E desde que sentou no sofá para vê-lo deixou Messi de lado.

- Eu não conhecia o Neymar. Mas meu filho me mostrou um jogo dele e fiquei encantado. Tenho certeza que vai ser muito mais do que o Messi. Olha só a idade que ele tem e o que tem feito com a bola! – comentou o taxista.

Mas e na Copa América, será que Guido e Diego vão torcer pelo talento de Neymar na Seleção Brasileira ou pela Argentina? Sem titubear, o garoto afirma que caso a final seja entre os rivais, a comemoração será certo. De um jeito ou de outro.

- Eu vou ficar feliz de qualquer maneira. Não tenho preferência nesse caso. Vou comemorar de qualquer maneira – declarou o menino.


img_3473.jpg


FONTE: http://www.globoesporte.com
 
coitado desse menino...
 
kkk eu so postei pq , o meninoo alem de ser agentino ainda é fan do neymar e despreza o messi kk'
 
deus por isso que o brasil e argentina não vão pra frente
 
k,kkkkkkkkkkkkkkkkk
 
eu ja vi o fan do wall
 
caDE?