•  
     

Nos consoles, 'Diablo III' tem multiplayer local e mais ação

Versão tem suporte para até quatro jogadores sem conexão à internet.
Game chega ao Brasil no dia 3 de setembro a R$ 160


Imagem 1.jpg


Quando chegar às lojas brasileiras no próximo dia 3 de setembro em versões para PlayStation 3 e Xbox 360, o game "Diablo III" terá a oportunidade de trazer de volta aos consoles uma experiência ligeiramente perdida nos últimos anos: a de se reunir em casa com os amigos para uma partida multiplayer de videogame. Mas os jogadores querem isso?
Com exceção dos gêneros de luta e esporte, poucos títulos têm se preocupado em criar modos de jogo para disputas locais entre vários jogadores. O motivo dessa guinada é claro: as redes online do PS3 e do Xbox 360 se desenvolveram e são plenamente capazes de hospedar partidas multiplayer que não devem nada aos PCs.
O jogo pela internet não é um vilão. Para o bem ou para o mal, ele é o modo mais prático e rápido de jogar com os amigos em tempos cada vez mais curtos e atarefados. Então por que você deveria comprar "Diablo III" para consoles, sendo que o mesmo jogo para PCs foi lançado há mais de 1 ano?

Imagem 2.jpg


O jogo
A diferença mais óbvia e imediata entre as duas versões é o uso de um joystick para guiar os personagens. E ao contrário do que os fãs mais dedicados podem pensar, essa simplificação dos controles só beneficia o ritmo do jogo.
Com a inclusão de um movimento de esquiva no direcional analógico direito e a distribuição das habilidades pelos botões do joystick, tanto os movimentos de ataque e defesa do seu guerreiro estão ao alcance direto dos dedos.
Por isso, as jornadas pelos calabouços de Santuário ficam mais dinâmicas, já que se desenvolvem com menos paradas e mais ação. E basta usar o direcional digital se for preciso trocar um equipamento no meio da luta.
Ou seja, uma experiência sem firulas, direta e reta. Coletar armas, matar monstros, recuperar energia, soltar magia, matar mais monstros. Uma encarnação das mais puras de um RPG de ação, uma faceta que podia até ter sido explorada anteriormente em "Diablo".
Caso você jogue localmente com outros três amigos, a diversão é ainda mais certa. Apesar da série ter firmado seu nome nos PCs, com disputas multiplayer apenas pela rede, "Diablo III" ganha vigor quando jogado em conjunto. Lembra das tardes gastas esmirilhando os dedos em tipos como "Gauntlet", "Get Medieval" e beat'em ups clássicos da espécie de "Final Fight" e "Teenage Mutant Ninja Turtles: Turtles in Time"? Toda aquela sensação de frenesi retorna da melhor maneira possível por meio de um sistema que funciona.

Imagem 3.jpg


Parte técnica
Funciona pois outra constatação muito bem-vinda é a manutenção da taxa de quadros no jogo durante os seus momentos mais caóticos. Mesmo com a tela repleta de inimigos e magias sendo disparadas, o game não engasgou durante o teste.
Essa mesma superlotação de elementos durante a batalha pode confundir, e é fácil perder o rumo em um mar de raios, monstros e explosões. No teste, os personagens já estavam relativamente evoluídos, o que fazia as magias comerem soltas desde o princípio. Adequadamente, a Blizzard incluiu um recurso que, com o toque de um botão, rapidamente planta um sinalizador colorido sobre o seu guerreiro no meio do campo de batalha.
Quem topar a nova versão de "Diablo III" também será beneficiado pelo caminho das pedras trilhado pela edição de PCs. Todas as atualizações e ajustes do game estarão disponíveis desde o princípio no consoles, como o sistema Paragon, que permite evoluir seu personagem até o nível 100.
O game não exige conexão online alguma para se jogar localmente, ao contrário da versão para computadores. Porém, essa diferença elimina do "Diablo III" para consoles o recurso Casa de Leilões, com o qual os jogadores podem trocar itens por dinheiro de verdade.

Imagem 4.jpg


Resumo
"Diablo III" para consoles é uma versão mais alucinada do game para PCs de 2012. A inclusão muito bem feita dos joysticks torna o jogo mais dinâmico, e o modo multiplayer offline agrada quem gosta de reunir o pessoal para algumas partidas de videogame.
Se você gosta de "dungeon crawlers" ou se não teve a oportunidade de jogar "Diablo III" nos PCs, aqui está uma boa oportunidade de se inteirar do assunto.
Mas se você já tem uma cópia no computador e preza pelo ritmo mais cadenciado daquela versão, ou não tem tempo para juntar os amigos em casa, a partida irá debandar para o online. E se for para a rede, por que não na versão para PCs de R$ 100?
"Diablo III" chega para PlayStation 3 e Xbox 360 no dia 3 de setembro, com legendas e vozes em português, por R$ 160. Quem comprar o jogo na pré-venda, leva junto itens exclusivos e uma camiseta.

Fonte: g1.globo.com/tecnologia/games/

ADM hAx 4FUN2

"Vamos brindar o dia de hoje porque o amanhã só pertence a Deus!"