•  
     

Novo método hacker pode reduzir segurança de criptografias avançadas

Com um sistema inovador que elimina redundâncias, especialista em segurança aumenta em 21% a capacidade dos sistemas de quebra de senhas.

hk.jpg




Sabe aquela sua senha muito segura que foi criada com algarismos, letras e caracteres especiais? Pois você deve lembrar que ela pode não valer nada se os servidores em que estão armazenadas não oferecerem a segurança necessária. E agora nem mesmo as codificações SHA1 (que utilizam Hash para despistar possíveis invasores) estão garantindo o que esperamos delas.

Em um evento especializado em segurança digital realizado na Noruega, um pesquisador apresentou um novo algoritmo capaz de aumentar em 21% a capacidade dos atuais sistemas de quebras de codificação existentes. O grande trunfo deste novo sistema está na possibilidade de fazer com que operações redundantes sejam eliminadas, o que diminui bastante o tempo necessário para a quebra das senhas.

Segundo o site Arstechnica, o novo modo de quebras consegue calcular previamente os passos que deverão ser realizados para a decodificação dos Hashes, sendo assim muito mais eficiente do que os utilizados pelos hackers. Isso não significa que você precisa mudar suas senhas agora mesmo — até porque isso não adiantaria muito —, mas sim que os grandes servidores precisam rever suas práticas de armazenamento.
 
Fonte?
 
Preguiça de ler