•  
     

O mundo sem fio: como será o nosso futuro?

Possivelmente, há uns três anos, você nem imaginava que no futuro contaria com placas “Wi-Fi gratuita” espalhadas em shoppings e locais públicos. E mais, ninguém sabia quando, exatamente, as redes wireless adentrariam os lares de todos.

As conexões sem-fio então tomaram o centro das atenções e agora os esforços são para a melhoria das tecnologias existentes. No entanto, ninguém sabe qual padrão será predominante, a velocidade que atingiremos e as facilidades que surgirão para os lares.

Aliás, uma noção do todo já temos, porém os preços ainda estão muito elevados e fica difícil prever quais atitudes serão tomadas pelos consumidores, operadoras, empresas, governos e fabricantes de produtos wireless.

O Wi-Fi ganhará mais espaço

Como você já deve saber, as atuais redes são do tipo Wi-Fi, o qual tem algumas subdivisões estabelecidas de acordo com o alcance e a velocidade. Nomeadas com a numeração “802.11” acompanhada de uma letra – a, b, g ou n – cada padrão garante que o utilizador adquirirá produtos compatíveis entre si.


Imagem

Além disso, as redes Wi-Fi possuem algumas facilidades para a conexão entre o dispositivo portátil e o roteador: como o uso do botão PIN e o controle do endereço MAC nos roteadores. Apesar de facilitar, tais recursos não tornam a conexão entre quaisquer dispositivos instantânea.

Já com a tecnologia Bluetooth ocorre o contrário, sendo muito fácil conectar quaisquer dispositivos, isso porque geralmente não é necessário um dispositivo roteador. Todavia, isso deve mudar nas redes Wi-Fi.

Com a nova Wi-Fi Direct, o utilizador pode “transformar” seu computador em um repetidor de sinal, o que possibilita que mais pessoas usem a mesma internet, mesmo quando elas não estão próximas ao dispositivo que distribui o sinal de internet.


Imagem

Como já citado anteriormente aqui no Baixaki, pode ser que essa moda não pegue, pois existe uma série de problemas quanto à segurança e o gasto de energia para o compartilhamento do sinal de rede. Será que compartilhar a internet é o futuro?

O Bluetooth coexistirá com o Wi-Fi

Dois ou três anos é um tempo razoável para o desenvolvimento e distribuição de uma nova tecnologia. Não que seja possível afirmar que o Bluetooth 4.0 estará disponível em tudo nesse período, mas existe uma alta probabilidade de que as pessoas comecem a aproveitar mais as vantagens do novo padrão: segurança e economia de energia.

Os anúncios da nova especificação não prometem avanços na velocidade, isso porque a terceira versão do Bluetooth já garante conexões com transferências variando entre 11 e 54 Mbps.


Imagem

O avanço da tecnologia ficou estagnado por algum tempo, mas agora parece que a transmissão de dados sem fio facilitada vai fazer grande sucesso. Nos smartphones mais recentes já é possível notar a preocupação com o Bluetooth 3.0 e para um futuro breve não podemos ignorar esta tecnologia, que facilita tanto a vida de muitos usuários.

Redes sem fio nos celulares

A evolução da telefonia móvel é notável. O pulo significativo do padrão 2G para o 3G foi impressionante e em pouco tempo foi possível notar a aceitação das redes móveis. Agora o assunto é o 4G: a quarta geração para conexão de dados em aparelhos celulares.

Com velocidades que variam de 28 Mbps a 100 Mbps, as conexões 4G serão mais estáveis e terão um sinal com qualidade superior. Até o momento divulga-se que tais características viabilizarão o uso das redes 4G até em movimento.

A adesão da tecnologia 4G permitirá que os usuários aproveitem o celular para realizar tarefas que exijam mais banda, como é o caso do streaming de vídeos com alta definição. Infelizmente a previsão para chegada das redes 4G é para depois de 2012, ano em que as operadoras conseguirão liberação para a instalação e utilização da nova tecnologia.

O WiMAX 2 tem grandes chances

O WiMAX não é uma tecnologia muito difundida, porém algumas características fazem dela uma ótima adoção para o futuro. A versão atual do WiMAX alcança teóricos 75 Mbps e ainda proporciona um nível de alcance fantástico, que chega aos 50 km radiais.

A evolução dessa tecnologia recebeu o nome de WiMAX 2 e será a concorrente da conexão 4G. As especificações indicam a possibilidade de conexões a 330 Mbps. O alcance será o mesmo, mas tais valores fazem da tecnologia uma concorrente de peso para as redes 4G.


Imagem

Sem previsões de chegada ao Brasil, a tecnologia pode sofrer um atraso considerável para implantação no Brasil — principalmente porque nem mesmo o WiMAX tem público em nosso país. Em outros países a história é diferente, sendo que as notícias mais recentes indicam que alguns devem aderir ao padrão ainda em 2012.

Apostas em novos serviços

Se as conexões sem fio evoluirão, é certo que novos serviços terão espaço no mercado. Alguns já estão aparecendo, como é o caso das videoconferências em alta definição no Skype. O comunicador instantâneo que tanto fez sucesso com as chamadas “telefônicas” através do PC promete videoconferência com qualidade HD direto na televisão em um futuro próximo.

Outro serviço que atraiu holofotes é o FaceTime, da Apple. Com apenas um toque, os utilizadores do iPhone 4 e da mais recente versão do iPod Touch podem realizar chamadas com imagem de alta definição. O FaceTime funciona com apenas um toque e tem sido um dos grandes atrativos dos produtos da Apple.




E novos serviços devem aparecer, pois cada vez mais produtos estão recebendo acesso à internet. Para o futuro? Existe uma espera por melhorias nos serviços de vídeos de outros smartphones, seja para videochamadas ou para streaming de vídeos na web. Além disso, faltam serviços para rádio digital, ao menos em alguns aparelhos. Portanto, podemos esperar por muitas novidades...

Produtos wireless

Não é difícil encontrar usuários que já usem mouse e teclado wireless. Apesar de não fornecerem praticidade como os produtos Bluetooth, os aparelhos que usam tecnologia wireless tiveram grande aceitação pelo baixo custo.

Acontece que daqui para frente os produtos mudam de foco e consequentemente o preço será elevado. O Wireless Media Box é um produto que elimina os cabos conectados à TV e viabiliza a tão sonhada “sala sem fios”.

Como o próprio nome diz, trata-se de uma “caixa” (Box) que transmite conteúdo multimídia (Media) usando tecnologia sem fio (Wireless). Basicamente, produtos desse tipo transmitem áudio e vídeo para televisores compatíveis.


Imagem

Realizando a conexão com outros aparelhos, o Wireless Media Box centraliza tudo. O aparelho ainda possibilita que o utilizador deixe o aparelho até 30 metros de distância da televisão. E mesmo quando distante da TV, as especificações indicam capacidade para transmissão com qualidade Full HD.

Para nós consumidores, um produto como o Wireless Media Box será perfeito, afinal, não queremos mais fios em nossas vidas. Pena que por enquanto o preço ultrapasse os mil reais, mas quem sabe em breve...

Wi-Fi gratuita mais popular

Você acha legal rede sem fio gratuita em shoppings? Então você provavelmente não soube da notícia anunciada no blog oficial da Google. Apesar de ter esforços voltados às buscas, a Google sempre inova em diversos setores e por isso investiu nas redes sem fio.

Através de uma parceria com a companhia área Virgin America, a Google oferecerá rede Wi-Fi gratuita nos voos entre 20 de novembro de 2010 e 2 de janeiro de 2011. Ao que tudo indica o serviço estará disponível em quaisquer voos em território americano.



Fonte: Baixaki