•  
     

OMS aponta frágil progresso na saúde para conquista dos Objetivos do Milênio

BRASÍLIA - A Organização Mundial da Saúde (OMS) avaliou que houve um constante, porém frágil, progresso na saúde em todo o mundo no ano passado, sobretudo no que diz respeito aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Entre os destaques está a queda da mortalidade materna e infantil em crianças menores de 5 anos.

Em balanço publicado nesta terça-feira, 4, o órgão destacou ainda que a influenza A (H1N1) atingiu em 2010 um período classificado como pós-pandemia, com redução no número de casos e óbitos.

Outro avanço citado foi o anúncio de uma nova vacina contra a meningite, doença que mata mais de 450 milhões de pessoas apenas na África. O medicamento, de acordo com a OMS, é promissor por ser de baixo custo e eficaz no combate às infecções.

O órgão lembrou também que o ano de 2010 foi arrasado por tragédias naturais que dificultaram melhorias na saúde, como o terremoto no Haiti e as inundações no Paquistão.

Fonte: Estadao