•  
     

Policial será indenizado após ser agredido em serviço

A Justiça de São Paulo condenou um bar a pagar R$ 10 mil ao policial militar Teddy Ralf Souza Costa por ele ter sido agredido por um segurança do estabelecimento, em 2005. Durante uma ocorrência que foi atender no bar, o policial foi desacatado, sofreu agressões verbais e físicas. O agressor chegou a morder o dedo de Costa. Na decisão, a desembargadora Tônia Yuka Kôroku, da 13ª Vara Cível do Fórum João Mendes Jr., ressaltou que "o funcionário do réu passou dos limites, desrespeitando o autor como policial e como civil".

Fonte: Estadao