•  
     

Por que ir ao dentista?

ANTES do advento da odontologia moderna, era comum as pessoas sentirem dor de dentes e perdê-los a partir da adolescência. Muitas ficavam com a aparência desfigurada por causa de dentes escuros, tortos ou pela falta deles. Os idosos que não tinham dentes não podiam mastigar e, por isso, costumavam ficar desnutridos e morriam prematuramente. Hoje em dia, para a maioria dos que vão ao dentista é possível ficar livre da dor de dentes, conservá-los por toda a vida e ter um belo sorriso. Como a odontologia moderna conseguiu essas três façanhas?

Um fator-chave na prevenção da dor de dentes e da perda deles tem sido a odontologia preventiva. Ela dá ênfase à orientação dos pacientes e à realização de check-ups regulares. Jesus disse: “Os que têm saúde não precisam de médico.” (Lucas 5:31) Dessa forma, alguns se têm beneficiado tanto da educação em higiene bucal que raramente precisam de tratamento dentário.* Mesmo assim, muitos evitam ir ao dentista. Alguns não dão atenção ao tratamento dentário por mero desinteresse. Outros, por causa dos custos envolvidos. Ainda outros, porque têm medo. Seja qual for a sua situação, seria bom perguntar-se: o que um dentista pode fazer por mim? Vale a pena ir ao dentista? Para entender a importância da odontologia preventiva é preciso compreender o que os dentistas estão tentando prevenir.


A causa dos problemas dentários

Os dentistas podem ajudar a prevenir o tormento que é a dor de dentes e a perda deles. Com sua cooperação, esses profissionais tentam combater a placa, uma película pegajosa de bactérias que fica grudada nos dentes. As bactérias se desenvolvem em partículas de alimento. Elas transformam o açúcar em ácidos que atacam o esmalte do dente, deixando-o poroso. Por fim, a cárie surge quando a região atingida se desgasta, formando uma cavidade. Nessa fase, a pessoa não sente nada, mas quando a cárie atinge a polpa do dente, a dor pode ser muito forte.

As bactérias que formam a placa podem atormentá-lo de outra maneira. Se a placa não for removida por meio de uma escovação cuidadosa, ela endurece formando um depósito calcificado, chamado cálculo ou tártaro, que pode inflamar a gengiva e fazê-la retrair. Restos de comida se acumulam no espaço que se forma entre o dente e a gengiva, criando um campo fértil para bactérias que podem infectar as gengivas. Seu dentista pode ajudá-lo a controlar essa situação, mas se você não der atenção ao problema, o tecido em volta dos dentes pode ficar tão lesionado a ponto de eles caírem. As pessoas perdem mais dentes dessa forma do que por causa das cáries.

Até certo ponto, a saliva protege os dentes desse duplo ataque das bactérias. Não importa se você tomou uma refeição ou comeu apenas um biscoito, a saliva leva de 15 a 45 minutos para remover as partículas de alimento e neutralizar o ácido na placa em seus dentes. Esse tempo vai depender da quantidade de açúcar ou de restos de alimento que grudaram em seus dentes. Parece que é durante esses minutos que os dentes são danificados. Por isso, o grau de dano depende não da quantidade de açúcar que você ingere, mas da freqüência com que faz suas refeições e come doces. Visto que a quantidade de saliva produzida enquanto dormimos é pequena, uma das piores coisas que se pode fazer aos dentes é comer ou beber antes de dormir e não escová-los. Por outro lado, dizem que mascar chiclete sem açúcar após as refeições aumenta a produção de saliva, o que ajuda a proteger os dentes.

Cárie
Cavidade
A obturação impede o aumento das cavidades

Doença da gengiva
A placa deve ser removida por meio de escovação dou fio dental
O cálculo, ou tártaro, é difícil de remover e causa a retração da gengiva
Retração da gengiva


Odontologia preventiva

Os dentistas recomendam que se façam check-ups uma ou duas vezes por ano, dependendo da condição dos dentes. Durante o check-up, é provável que seu dentista tire raios X e examine cuidadosamente seus dentes para ver se têm cáries. Usando um anestésico local e uma broca de alta rotação, ele quase sempre pode restaurar quaisquer cavidades que encontrar sem causar dor. Para os que têm muito medo de ir ao dentista, hoje alguns desses profissionais usam lasers ou um tipo de gel que dissolve a cárie, o que pode reduzir ou mesmo eliminar o uso de uma broca ou anestésico. No caso de crianças, os dentistas dão atenção especial ao irrompimento dos molares a fim de avaliar se há fissuras ou sulcos na superfície de mastigação que seriam difíceis de limpar com a escova. O dentista talvez recomende cobrir esses sulcos com um selante para tornar a superfície do dente mais lisa e fácil de limpar e, assim, protegê-lo das cáries.

No caso de adultos, os dentistas se preocupam principalmente com a prevenção das doenças da gengiva. Portanto, se o dentista encontrar qualquer depósito de tártaro, ele o removerá por meio de raspagem. A maioria das pessoas não costuma escovar todas as áreas dos dentes quando faz a escovação. Por isso, seu dentista talvez lhe dê algumas dicas de como melhorar nisso. Alguns dentistas encaminham os pacientes a técnicos em higiene dentária especialmente treinados para essa importante tarefa.

Restauração de dentes danificados

Se você tiver perdido alguns dentes ou se eles estiverem danificados ou tortos, ficará feliz em saber que os dentistas têm muitas técnicas modernas para restaurá-los. No entanto, as restaurações são caras e, por isso, tenha cuidado para não gastar mais do que pode. Mesmo assim, muitas pessoas acham que vale a pena pagar por esses tratamentos. O dentista talvez possa lhe devolver a função de mastigar. Ou pode tornar seu sorriso mais bonito — algo de grande importância, visto que dentes deformados podem afetar sua qualidade de vida.

No caso de dentes quebrados ou manchados, pode ser que o dentista recomende uma faceta, talvez feita de porcelana translúcida que se parece muito com o esmalte natural dos dentes. As facetas são coladas na superfície do dente danificado, dando-lhe novo formato e nova aparência. Para dentes com danos mais graves, o dentista talvez recomende uma coroa artificial. Ela cobre totalmente o que resta do dente e lhe dá uma nova superfície, seja de ouro ou de qualquer material que tenha aparência natural.

O que seu dentista pode fazer no caso da perda de um dente? Ele pode providenciar uma prótese removível ou uma ponte fixa que encobre os dentes adjacentes a fim de manter a prótese na posição correta. O implante é outra opção que está ficando cada vez mais popular. O dentista introduz um pino de titânio no osso da arcada dentária onde o dente estava. Daí, quando o osso e a gengiva crescem novamente, ele fixa o dente artificial no pino. É quase como ter um dente de verdade.

Restauração Dentária
Uma faceta é colada no dente
Coroa
Implante
Uma ponte fixa encobre os dentes adjacentes a fim de manter a prótese na posição correta.

Dentes tortos podem deixar a pessoa constrangida, além de serem difíceis de limpar e suscetíveis a doenças. Se os dentes não estiverem alinhados de maneira correta, podem causar dor e dificuldade de mastigação. Felizmente, os dentistas quase sempre conseguem corrigir tais problemas com o uso de aparelhos. Por causa dos recentes avanços em seu design, os aparelhos modernos são menos aparentes e não necessitam tantos ajustes.

Alguns dentistas estão dando mais atenção ao tratamento do mau hálito. A maioria das pessoas tem esse problema de vez em quando e algumas regularmente. Há várias razões possíveis para isso. Alguns dentistas têm condições de diagnosticar a causa específica. Em muitos casos, ele é causado por bactérias, em geral na parte posterior da língua. Escovar ou raspar a língua pode ajudar, assim como aumentar a salivação por mascar chiclete sem açúcar. A higiene bucal é especialmente importante depois de ingerir carne, peixe e produtos derivados do leite.

Lidar com o medo

Caso ir ao consultório dentário deixe você apreensivo demais, seu dentista vai querer lhe ajudar a lidar com isso. Assim, diga a ele como se sente. Combine um sinal que você possa fazer com as mãos caso sinta dor ou medo. Muitos pacientes descobriram que isso lhes dá mais confiança.

Talvez tenha medo de ser chamado a atenção. Pode ser que você se preocupe em receber críticas do dentista por não cuidar bem dos dentes. No entanto, visto que comentários desse tipo afastam a clientela, seu medo talvez seja injustificado. A maioria dos dentistas se interessa em falar de modo bondoso com os pacientes.

Muitas pessoas evitam ir ao dentista por temerem os custos envolvidos. Mas se tiver condições de fazer um check-up agora, você talvez evite problemas e tratamentos caros no futuro. Em muitos lugares há diferentes tipos de tratamento dentário que cabem em qualquer bolso. Mesmo o consultório mais simples talvez possua um equipamento de raios X e uma broca de alta rotação. Os dentistas podem realizar a maioria dos tratamentos com pouco desconforto para o paciente. Uma anestesia local é barata o suficiente para grande parte das pessoas, mesmo aquelas que têm recursos limitados.

Os dentistas se dedicam a aliviar a dor, não a causá-la. Ir ao dentista hoje não é mais tão traumático quanto na época de seus avós. Já que ter dentes saudáveis contribui para a saúde de modo geral e para uma vida mais feliz, por que não faz uma visita ao dentista? Pode ser que você tenha uma agradável surpresa.


Fonte: http://www.watchtower.org/t/200705a/article_01.htm
Anexos
29.jpg
29.jpg (13.46 KiB) Visto 60 vezes