•  
     

seleçao masculina de vólei e ouro no pAN !!!

Giba neles!!!!

O time formado por Giba, André Nascimento, Dante, Serginho, Marcelinho, Rodrigão e Gustavo não deu chances para os americanos. O adversário que era visto como uma seleção muito eficaz na defesa e que jogava nos erros dos rivais não apareceu. O que se viu no primeiro set foi um show de bloqueios dos brasileiros. Em uma seqüência fulminante, Gustavo parou o ataque americano quatro vezes, Dante mais duas e Rodrigão fechou a conta com outra bola no pé dos rivais. Resultado: a primeira parcial foi um tranqüilo 25/16.

Nos saques, a torcida pedia "Ace, ace, ace...!!!" e os meninos de Bernardinho escutavam em quadra. O levantador Marcelinho era um dos mais elétricos. A cada jogada um berro de alegria e incentivo para os companheiros. Giba não ficava muito atrás. Bola levantada e pancada do capitão brasileiro seguida por um forte urro de comemoração.

No segundo set, a equipe não diminuiu o ritmo e continuou virando quase todas as bolas. Além disso, defesa e passe funcionavam na medida certa. O Brasil fechou a segunda parcial em 25/20 sem problemas.

- Temos experiências nessas partidas, que adquirimos jogando finais. Contra os Estados Unidos, soubemos equilibrar bem o jogo. Estudamos bem o time deles e estávamos preparados - conta o capitão Giba.


Maestro

Giba, o jogador mais regular da seleção brasileira, orquestrou o time no terceiro set no caminho para a medalha de ouro. Sempre presente nas jogadas mais importantes, o capitão virava bolas que pareciam perdidas. No meio do set final, a torcida não agüentou de ansiedade e começou a gritar "É campeão!". Embalado pelo som das arquibancadas de "Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor", os meninos do vôlei fecharam a partida em 3 a 0.

O nome do técnico Bernardinho foi ovacionado no Maracanãzinho após o término do jogo.