•  
     

Usa muito o fone? Veja 5 dicas para cuidar da saúde de seus ouvidos.

Escolher um bom equipamento é essencial para preservar a saúde de seu sistema auditivo

Imagem

Fones de ouvido são acessórios praticamente indispensáveis para a vida de muitas pessoas. São companheiros fiéis para aqueles que não vivem sem curtir suas músicas prediletas, seja em casa, no trabalho, em uma saudável caminhada ou até mesmo em um momento relaxante antes de dormir.

O problema é que nem todas as pessoas sabem ao certo como escolher um bom fone e como cuidar para que ele não acabe afetando a saúde dos seus ouvidos. Na maioria das vezes, somos influenciados pela marca – constantemente associada com artistas famosos – ou aparência do acessório, deixando suas especificações e características de lado.

Caso você não queira ter problemas auditivos em poucos anos, é essencial ficar atento às dicas abaixo.

Imagem

1) Trate bem os seus ouvidos!

De nada adianta comprar o melhor fone do mundo caso seus ouvidos estejam danificados e não possam usufruir de toda a sua capacidade. Você sabia que ficar uma hora perto de um secador de cabelos ligado já pode ser o suficiente para causar danos no seu sistema auditivo? E que o mesmo acontece com quem escuta músicas em fones “piratas” com o volume no máximo?

Embora seja um conselho um tanto clichê, é sempre importante alertar as pessoas sobre os males de se ouvir sons muito altos; por isso, nada de volume máximo. Caso trabalhe ou habite em um lugar com muitas perturbações sonoras, compre um protetor e utilize-o sempre que puder.

Além disso, vale lembrar que manter a higienização correta também é de suma importância para a sua audição. Diferente do que a cultura popular afirma, não é uma boa ideia utilizar hastes de algodão para limpar seus ouvidos, já que eles podem empurrar resíduos para o fundo de seu canal auditivo. O ideal é apenas massageá-los levemente com uma toalha, após molhá-los delicadamente durante o banho.

Imagem

2) Escolha um bom fone!

Já dizia o clássico ditado: “O barato sai caro”. Hoje em dia, é extremamente fácil encontrar bons modelos de fones por preços bastante acessíveis – como R$ 40 ou R$ 60. Por isso, não há mais desculpas para usar acessórios de procedência duvidosa e baixa qualidade.

No que diz respeito ao estilo dos fones, a escolha vai depender intimamente de seu gosto pessoal. Na dúvida, tente evitar os intra-auriculares (também conhecidos pelo seu nome original, in-ears), já que podem causar o mesmo problema das hastes de algodão.

Se você está sempre em movimento e planeja ouvir música enquanto anda, junte o útil ao agradável e escolha um fone esportivo do tipo over the ear (que cobrem toda a orelha). Além de serem confortáveis e baratos, costumam oferecer excelente qualidade sonora sem danificar seu canal auditivo.

Imagem


3) Frequência é mais importante que decibéis

Preste atenção na embalagem de um fone e atente-se às suas especificações técnicas. Esqueça a ideia de escolher um que tenha mais decibéis – o que mais importa para a qualidade do som é a frequência (medida em Hz). Quanto maior a frequência, maior é a capacidade do aparelho em reproduzir a música com clareza e sem distorções – quem já testou um fone e teve a impressão de que a banda estava tocando ao vivo ao seu lado sabe do que estamos falando.

Uma boa faixa de frequência é de 15 a 22.000 Hz ou de 20 a 20.000 Hz. Obviamente, acessórios que tenham mais poder neste quesito serão um pouco mais caros; logo, pesquise bem e estude aquele que trouxer um melhor custo-benefício.

Imagem

4) Noise Cancel não é tão importante assim
O popular recurso Noise Cancel – que cancela todos os sons externos – costuma ser encarado como uma tecnologia milagrosa para os fones de ouvido e que não pode faltar em um acessório de um verdadeiro amante da música. Infelizmente, não é bem assim.

Além de serem relativamente mais caros, fones com Noise Cancel foram feitos para situações de ruídos extremos – logo, a menos que você more ao lado de uma metalúrgica ou clube noturno, é muito provável que esse recurso seja pouco útil para você. Sem contar que nem sempre é bom não ouvir os sons externos, principalmente se você estiver na rua: já imaginou como seria ruim não escutar o barulho de uma sirene ou buzina enquanto atravessa uma avenida movimentada?

Imagem

5) Cuide bem dos seus fones
E é óbvio que, já que você teve tanto cuidado para comprá-los, você também deve ter cuidado para limpar e fazer manutenções periódicas em seus fones. Para higienizá-los, use uma flanela levemente umedecida com água ou um pouco de ar comprimido, que pode ser encontrado com facilidade em mercados e lojas especializadas.

Não se esqueça também de enrolar os fios corretamente antes de guardá-los. O vídeo abaixo mostra a forma correta de fazê-lo.




Fique atento para essas recomendações e cuide de sua saúde auditiva. Escutar música pode ser uma atividade divertida e relaxante, mas pode trazer diversos problemas no futuro caso você se descuide.

Fonte:
Última edição por Pudim em 20 mar 2013 11:46, editado 1 vez no total.
 
geralmente quando eu uso muito o fone quando vou tirar minha orelha fica doendo
um tempão kk
 
Não posso usa fone de ouvido de cel muito tempo minha cabeça doi ja os de pc eu uso e nem doi